pequenos poemas seleccionados por mim (vai ter poucas actualizações tambem mas prometo tentar postar de dez em dez dias)

Sábado, 25 de Dezembro de 2010

Ultimo poema de Natal

 

Hoje é dia de Natal!

Já repicam os sinos

Há raios intensos de luz

Entoam-se louvores e hinos

Ao nascimento de Jesus

 

Hoje é dia de Natal!

O Céu se uniu à Terra

Pelos ares anjos a cantar

Com voz harmoniosa e bela

Glória à Deusa vêm dar

 

Hoje é dia de Natal!

Vida que em vida se gera

Neste Mistério Encantado

Cristo vem á nossa Terra

Por Deus é enviado

 

Hoje é dia de Natal!

A mensagem se anuncia

De justiça e verdade

De amor, paz e alegria

Valores nobres da Humanidade

 

Hoje é dia de Natal!

Vamos juntos do presepio

Contemplar o Deus Menino

Neste ambiente gélido

Bafejado pela vaca e burrinho

 

Hoje é dia de Natal!

No coração se faz fogueira

Ponhamos o sobreiro nas praças

Como é tradição da Beira

E todos se aproximem das brasas

 

Hoje é dia de Natal!

A festa é da Familia

É partilha com os pobres

Recordando os que partiram

Em anos anteriores

 

Hoje é dia de Natal!

Será sempre que o homem queira

Viver este ideal

Com o mundo que o rodeia

Hoje é dia de Natal!

 

Escrito por João Eduardo Tavares Ribeiro

 

Boas festas para todos!!

publicado por gatinhafofa às 14:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28


posts recentes

Hoje é Natal

últ. comentários
Muito bonito o poema
Tão lindo
Sandra lindo lindissimo o poema da "AMIZADE"!! AME...
é uma cantora; shania twain
«AmizadeA mais bela forma de amor»concordo plename...
Um lindo Poema que "Poemisa" um divino sentimento,...
sim o meu fim-de-semana foi agradavel. Hoje fui ve...
Olá boa noite Sandra, espero que tenhas tido um bo...
obrigado querida, para ti também. :)
ok obrigada e uma boa noite para ti tambem
arquivos
Visitas
contador gratuito
Visitas
contador gratuito

blogs SAPO


Universidade de Aveiro